Aprenda xadrez com os filósofos: Uma batalha inusitada entre pensamentos e jogadas

Autores

Edgard Vinícius Cacho Zanette
Universidade Estadual de Roraima/UERR
https://orcid.org/0000-0002-2395-2632

Palavras-chave:

Xadrez, Filosofia, Ensino, Aprendizagem

Sinopse

Caro leitor, eis um livro perigoso e ousado, tome cuidado!

Se as guerras acontecessem apenas em diálogos e no jogo de xadrez, o mundo seria melhor. Nossa única alternativa é sonhar a justiça e defendê-la, com todas as forças. Pensar o real, abraçar o conhecimento, sempre foi o desafio dos filósofos. A filosofia é uma arte de pensar. Por sua vez, o xadrez é o grande jogo da mente. Por que não reconhecer a ligação fundamental entre estes dois mundos?

É fundamental aceitar que existem descobertas e conhecimentos que foram acumulados ao longo dos tempos. Viajar por estes mundos também é conhecer um pouco melhor a humanidade, em suas glórias e escórias. Se apropriar desses saberes faz parte do desafio de todos aqueles que se dedicam à ciência. Com efeito, o objetivo deste livro, livro teimoso, livro ousado, é convidar ao mundo do xadrez os que desejam aprender um pouco de filosofia, e trazer para a filosofia aqueles que se aventuram no mundo do xadrez. Aqui esboçamos um modo de viajar pelo mundo das ideias dos filósofos em uma relação íntima com as ideias do xadrez. Eis um desafio para você, caro leitor. Um convite, em si mesmo, já é uma decisão a ser assumida. Isso porque toda decisão implica em uma reação, em um fazer no mundo.

Dado o desafio de pensar conjuntamente o filosofar através do xadrez, a matéria deste livro também é, estranhamente, quem o escreve e quem o lê. É valioso pensar que todos temos, mesmo que inconsciente, uma filosofia de vida.

Qual sua filosofia de vida?

Deseja filosofar através do xadrez e jogar xadrez filosofando?

A sorte está lançada, boa leitura!!

 

Edgard Vinícius Cacho Zanette

Professor da Universidade Estadual de Roraima

Doutor em Filosofia

Mestre Nacional de Xadrez

Capítulos

  • A busca pelo sentido
  • Aprendendo xadrez através dos filósofos
  • Tudo que é acontece no mundo
    O mundo é um tabuleiro de xadrez
  • A guerra é de todas as coisas pai
    Regras e lances do combate
  • Algumas importantes regras de competição
  • Sobre os ombros de gigantes
  • Aprendendo com partidas de mestres

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edgard Vinícius Cacho Zanette, Universidade Estadual de Roraima/UERR
https://orcid.org/0000-0002-2395-2632

Bolsista IC Pet-Filosofia. Bacharel/Licenciado e Mestre em Filosofia Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). Doutorado em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professor colaborador da UNICAMP (Bolsista/Estágio Remunerado PED B/2011, Bolsista Capes/2011 a 2013).Professor efetivo do Curso de Filosofia da Universidade Estadual de Roraima (UERR). Membro dos grupos de pesquisa Estudos Cartesianos - ANPOF e da Escola Amazônica de Filosofia - EAF. Coordenador das atividades: NEV-UERR (Núcleo de Estudos da Violência); PIBIC (2017/2018); Pibid/Filosofia UERR (2015 a 2018); Projeto de Extensão Descartes: Clube de estudo da língua francesa com recheio filosófico. Coordenador do Mestrado Profissional em Segurança Pública, Direitos Humanos e Cidadania da UERR. Pós-Doutorado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) com pesquisa filosófica no Instituto Católico de Toulouse/França (2017). Pós-Doutorado pela Unioeste com pesquisa filosófica na Universidade do Salento/Lecce/ Itália (2018).

Referências

ANDRÉ, Scala. Espinosa. Tradução: Tessa Moura Lacerda. São Paulo: Estação Liberdade, 2003. (Figuras do Saber)

ARISTÓTELES, Metafísica, v. II. Ensaio introdutório, texto grego com tradução e comentário de Giovanni Reale. Tradução de Marcelo Perine. 3. ed. São Paulo: Loyola, 2013.

AVERBACH, Y.; BEILIN, M. Viaje al Reino del Ajedrez. Tra-dução do russo: Augustín Puig. Barcelona: Ediciones Martines Roca, 1975. (Coleccion Escaques)

A filosofia como ponto de encruzilhada: ensaios epistemológi-cos, interdisciplinares e existenciais. Org. Elemar Kleber Fa-vreto; Juliana Cristina Souza da Silva; Edgard Vinícius Cacho Zanette. Boa Vista, RR: UERR Edições, 2021.

BATTISTI, César Augusto. Sujeito em Descartes: ser pensante e corpo. In: Às voltas com a questão do sujeito: posições e pers-pectivas. Ijuí, RS; Cascavel, PR: UNIJUÍ/EDUNIOESTE, 2010.

BOROVSKY, Eugène Znosko. THE ART OF CHESS COM-BINATION: a guide for all Players of the game. Tradução para o inglês de Philip W. Sergeant. New Yok: Dover Pulications, INC, 2017.

COSTA, Waldemar. Epopeia do Campeonato Brasileiro de Xadrez. 1927-2008. São Paulo: Editora Solis, 1ª Edição, 2009.

COUTINHO, Afrânio. A filosofia de Machado de Assis e ou-tros ensaios. Rio de Janeiro: Livraria São José, 1959.

DESCARTES, René. Discurso do Método; Meditações; Objeções e respostas; As paixões da alma; Cartas. 2 ed. In: Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1979.

_________. Méditations métaphysiques. In: Oeuvres de Des-cartes, Vol. IX-I, Adam et Tannery, 11 vols. Paris, Vrin, 1973-8.

DOYLE, (Sir) Arthur Conan. Sherlock Homes – obra comple-ta. 2 ed. v. 1. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.

ECO, Umberto. O nome da rosa. Tradução de Aurora Fornoni Bernardini e Homero Freitas de Andrade. Rio de Janeiro: O Glo-bo; São Paulo: Folha de São Paulo, 2003.

O engajamento intelectual em Sartre: uma abordagem acerca da relação entre consciência e ação. CARDOSO, Perry Thor Terra; ZANETTE, Edgard Vinícius Cacho, FAVRETO, Elemar Kleber. p. 20-54. In: Encontros filosóficos: ensaios sobre método, educação e ensino. Org. Edgard Vinícius Cacho Zanette; Elemar Kleber Favreto. 1. ed. Boa Vista, RR: UERR Edições, 2021.

HEMINGWAY, Ernest. Le vieil homme et la mer. Tradução francesa: Jean Dutourd. Barcelona: Gallimard, 2012.

HOBBES, Thomas. Leviatã ou matéria, forma e poder de um Estado eclesiástico e civil. 2 ed. Tradução: Eunice Ostrensky. São Paulo: Martins Fontes: 2003.

JAPIASSU, Hilton. Filosofia da ciência: uma introdução. Rio de Janeiro: Uapê: EAF, 2010.

_________. Filosofia para quê? 1. ed. Rio de Janeiro: Uapê, 2014.

Lances Inocentes (Searching for Bobby Fisher). Direção e Roteiro: Steven Zaillian. Produção: Scott Ruddin e William Hor-berg. Baseado em Searching for Bobby Fisher, livro de Fred Waitzkin. Estados Unidos, 109 minutos, 1993.

MACHADO DE ASSIS, Joaquim Maria. Contos: uma antologia. Seleção, introdução e notas de John Gledson. São Paulo: Cia. das Letras, 1998, vol.1.

_________. Machado de Assis (p. 689). Viseu. Edição do Kindle.

_________. Obra Completa. Rio de Janeiro: Nova Aguillar, 1994, 3 vol. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv000243.pdf

MATHIAS, Herculano Gomes. Machado de Assis e o jogo de xadrez. In: Anais do Museu Histórico Nacional, vol 13, 1952, p. 143-191. Disponível em: <https://www.machadodeassis.org.br/abl_minisites/cgi/cgilua.exe/sys/start73a5.html?infoid=304&sid=112>. Acesso em: 10 de abril de 2021.

MECKING, Henrique. Partidas e Finais de Xadrez do Grande Mestre Mequinho. Taubaté, 2021.

MECKING, Henrique; CALDEIRA, Adriano. Mequinho: O Xadrez de Um Grande Mestre. São Paulo: Ciranda Cultural, 2010.

NINZOWITSCH, Aron. My System. B.T Batsford, 1987.

PLATÃO. Apologia de Sócrates, Eutífron, Críton. Tradução de André Malta. Porto Alegre: L&PM, 2008.

_____. Diálogos. Tradução de Carlos Alberto Nunes. Belém: EDUFPA, 1973. 13 v.

_____. Mênon. Tradução de Maura Iglésias. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio; Loyola, 2001.

_________. A república. Tradução de Maria Helena da Rocha Pereira. 2. ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1993.

REALE, Giovanni. História da filosofia antiga: Platão e Aris-tóteles. Tradução de Henrique Cláudio de Lima Vaz; Marcelo Perine. São Paulo: Loyola,1994.

ROBINSON T.M. A psicologia de Platão. São Paulo: Loyola, 2007.

SPINOZA, Baruch. Éthique. Éditions de l’Éclat, 2005, Paris-Tel-Aviv.

ZANETTE, E.V.C. A influência do ceticismo na Filosofia de Descartes e a dúvida posta em questão. In: Revista Reflexões, Fortaleza- Ce- Ano 1, N° 1, p. 71-87, julho a dezembro de 2012.

_________. Ceticismo e subjetividade em Descartes. Curitiba, PR: CRV, 2015.

_________. Crítica ao sensível na teoria da alma racional de René Descartes. 2. ed. Boa Vista, RR: UERR Edições, 2021.

_________. O ceticismo pirrônico e a classificação das Filosofias possíveis. In: Theoria: Revista Eletrônica de Filosofia. Pouso Alegre. Ed. 05/2010, p. 142-150.

VERNANT, Jean-Pierre. As origens do pensamento grego. Tradução de Ísis Borges B. da Fonseca. Rio de Janeiro: Difel, 2002.

ZWEIG, Stefan. Amok e Xadrez. Tradução: Odilon Gallotti e Marcos Branda Lacerda. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993.

WAITZKIN, Josh; WAITZKIN, Fred. Josh Waitzkin’s attacking Chess: agressive strategies and inside moves from the U.S Junior Champion. New York: Fireside, 1995.

Capa do livro "Aprenda xadrex com os filósofos"

Downloads

Próximo

16 September 2022

Licença

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)

978-65-89203-27-8